Início Sem categoria Dia do Meio Ambiente: Jardim Botânico de Brasília lança vídeos que mostram...

Dia do Meio Ambiente: Jardim Botânico de Brasília lança vídeos que mostram importância da preservação


Data é comemorada nesta sexta-feira (5). Veja motivos para celebrar e se preocupar com a natureza. Estufas no Jardim Botânico de Brasília
Tony Winston/Agência Brasília
Para comemorar o Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado nesta sexta-feira (5), o Jardim Botânico de Brasília lançou uma série de vídeos nas redes sociais. A ideia, de acordo com os responsáveis pelo projeto, “é mostrar a importância do trabalho de pesquisa e a preservação ambiental na unidade de conservação”.
Parques do DF reabrem; confira regras para uso durante pandemia
A iniciativa foi desenvolvida pela equipe de Educação Ambiental do Jardim Botânico. A ação propõe “sensibilizar as pessoas sobre a necessidade de cuidar da natureza e gerar um maior engajamento da comunidade com temas relacionados ao meio ambiente”, explica o educador Pedro Henrique Cunha.
As atividades no Jardim Botânico estão suspensas desde 23 de março. Segundo Cunha, a unidade recebia mais de 20 mil estudantes da rede pública e privada e, outros 240 mil visitantes.
“As atividades virtuais permitem que as pessoas voltem ao Jardim Botânico durante esses tempos de isolamento social.”
Os vídeos mostram os espaços do Jardim Botânico e contam a história de cada um deles. Os educadores também fazem trilhas guiadas e apresentam os detalhes do Cerrado, ensinam a plantar mudas e a separar o lixo de casa.
Material de apoio
Jardim Botânico de Brasília
Dênio Simões/Agência Brasília
De acordo com o gerente de Educação Ambiental do Jardim Botânico, Lucas Miranda, os vídeos tem linguagem acessível para que todas as pessoas possam aprender e se aprofundar nos temas.
“Não sabemos quem vai assistir aos conteúdos nas redes sociais, por isso o material foi pensado de forma mais generalista. Crianças e adultos poderão consumir as informações.”
Segundo ele, os conteúdos podem servir de apoio também para os professores “que estão se reinventando” durante pandemia da Covid-19. “Os vídeos podem ajudar a estimular a criatividade dos professores na criação e abordagem de temas relacionados à preservação ambiental, por exemplo. Esperamos que esse material seja um convite à inspiração”, aponta.
Motivos para comemorar e para se preocupar no Dia Mundial do Meio Ambiente
Com a pandemia do novo coronavírus, a emissão de gás carbono no Brasil reduziu cerca de 25%. O estudo sobre a quantidade de gás liberado principalmente pelos setores de transporte e da indústria, foi publicado pela “Nature Climate Change”, no dia 19 de maio.
A pesquisa aponta que os índice dos gases causadores das mudanças climáticas chegou ao patamar mais baixo desde 2006. Os autores dizem que a queda está relacionada com o isolamento social que reduziu o transporte e mudou os padrões de consumo.
Vegetação em área de floresta era derrubada com tratores
Ibama/Divulgação
No entanto, mesmo com a baixa emissão de gases no país, o Brasil registrou em abril o maior desmatamento da Amazônia em 10 anos. Cerca de 529 km² da floresta foram derrubados.
Os dados são do Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD), do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), que não é ligado ao governo. O aumento também em meio à recomendação de distanciamento social, por causa da Covid-19.
Sexta extinção em massa está em andamento e ameaça civilização, diz estudo
Queimadas no DF
Queimada no DF
Corpo de Bombeiros/Divulgação
Com a chegada do período de estiagem no Distrito Federal, o Corpo de Bombeiros divulgou, nesta quinta (4), que foram registradas 52 ocorrências de incêndios florestais de janeiros a maio deste ano. No ano passado o total chegou a 320 no mesmo período.
Em abril, o governador Ibaneis Rocha (MDB) decretou “estado de emergência ambiental” entre os meses de abril e novembro deste ano. O decreto prevê a adoção de medidas necessárias para prevenir e minimizar as ocorrências e os efeitos dos incêndios florestais.
Com a situação de emergência, a Defesa Civil, o Corpo de Bombeiros e outros órgãos públicos poderão fazer compras emergenciais, sem licitação, para combater queimadas.
Na última quarta-feira (3), o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), vinculado ao Ministério de Ciência e Tecnologia, informou que a temporada de queimadas no Brasil, vai de maio/junho a setembro/outubro, com o aumento de focos de incêndio.
Queimadas por bioma no Brasil
Amazônia: 35,28 %
Cerrado: 21,54%
Mata Atlântica: 21,46%
Pantanal: 14,14%
Pampa: 5,74%
Caatinga: 2,83%
Veja os cuidados para evitar incêndios florestais:
Não atear fogo para limpeza de terrenos, lixo ou resto de podas de árvores
Após fumar, apagar o cigarro e descartá-lo em local adequado
Ao identificar um incêndio, procurar um local seguro, distante do fogo e da fumaça
Ligar para o telefone 193 e indicar o local exato do fogo, se possível, com pontos de referência
Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.

Must Read

Hiperleds: a maior fábrica de luminárias da América Latina

A Hiperleds é uma empresa que já está há dez anos no mercado com mais de oitocentos itens no catálogo. O atendimento está presente...

Frederico Sanches Resende da GES Logística participa de projeto de abastecimento energético em Rio Verde (GO)

Dados do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) apontam que o fornecimento de energia elétrica é um problema comum em todo o Brasil,...

GES Logística tem destaque na construção de parque solar diz Frederico Sanchez Resende

Nestes tempos em que a sociedade tem repensado valores, buscando mais qualidade de vida, temas como desenvolvimento sustentável e o baixo impacto ambiental têm...

PE News 4 anos: O sucesso por trás de um dos maiores sites de Pernambuco

O Portal PE News completou quatro anos no ar, no último dia 20 de março e após todo esse tempo levando informação para os...

Frederico Sanches Resende: energia fotovoltaica é importante solução para desafios energéticos

Nestes tempos em que a sociedade tem repensado valores, buscando mais qualidade de vida, temas como desenvolvimento sustentável e o baixo impacto ambiental têm...